Demorei, mas vim falar sobre como foi o Festival Vegano em Nagoya 2016. 😀

Para falar a verdade, não consegui aproveitar tanto o festival assim como os meus amigos e amigas, pois como aproveitei para levar alguns salgados e bolos que vendemos para vender para o pessoal, fiquei mais vendendo e papeando do que aproveitando o evento em si, mas sinceramente… não me arrependo nadinha! 😛

Tive a felicidade de encontrar com o pessoal que faz parte do meu grupo Veganismo no Japão, e algumas pessoas que eu já tinha uma amizade virtual pelo facebook, fora outras pessoas que estavam acompanhando esse pessoal e que eu tive o prazer de conhecer também, adorei todo mundo! <3

Fiquei muito feliz em ver mais pessoas no evento, bem mais do que o ano passado, isso significa que mais pessoas estão interessadas na culinária vegana, assim como eu espero que também estejam interessadas sobre o veganismo e os direitos animais.

Abaixo estão algumas fotos do festival, eu mesma não tirei nenhuma das barracas e das comidas, pois realmente não tive tempo, mas o pessoal do meu grupo disponibilizou-me algumas fotos para eu poder mostrar para vocês. 😉

Gostaria de agradecer todo mundo que foi no festival, foi muito bom encontrar todo mundo e papear, agradeço também as pessoas que compraram nossos salgados e bolos, espero que tenham gostado! <3

ESCLARECIMENTO:

Muitas pessoas me perguntaram porque eu não participei do festival alugando barraca para vender as nossas coisas, bem, na verdade eu tentei, fiz conforme pediu o site e mandei o primeiro formulário em japonês explicando o que eu gostaria de estar vendendo, mas não obtive uma resposta boa.
O organizador do evento me respondeu o e-mail dizendo somente que eu não poderia participar, mas não explicou o porquê, ele foi bem seco no e-mail, cheguei a mostrar para uma amiga japonesa para saber se eu tinha lido e entendido certo, e até ela ficou pasma com a e a forma da resposta. Respondi o e-mail pedindo uma explicação, mas nunca mais obtive uma resposta.
Continuei insistindo para ele me responder, cheguei a mandar comentários em posts na página do facebook do evento, pedindo para responderem o meu e-mail, e mesmo assim fui ignorada. Outras pessoas comentavam no mesmo post e tinham uma resposta, eu, que havia perguntado sobre a resposta do meu e-mail, fui ignorada.
Pedi ajuda para uma colega japonesa que conheci num protesto em Nagoya uma vez, sabia que ela era amiga dele e que sempre participava como voluntária do evento, expliquei o que estava acontecendo e pedi para ela falar com ele, ela me respondeu dizendo que ele havia falado para ela que ele não ia aceitar outras barracas a não ser as que sempre participavam, respondi dizendo que não tinha lógica pois no próprio site havia uma categoria para quem quisesse montar a barraca. Ela não teve resposta quando eu disse isso, me respondeu dizendo que talvez este ano as regras haviam mudado (?).
Resumindo: tentei de todas as maneiras participar e saber o porquê eu não podia montar a nossa barraca, mas além de terem negado a nossa participação, não me deram uma satisfação do porquê.
No dia do evento, passamos praticamente do lado um do outro várias vezes, acredito que ele tenha me reconhecido, mas não teve caráter de vir pessoalmente se explicar.
Depois do e-mail que recebi, das mensagens ignoradas, do que a minha colega falou, cheguei a ficar muito triste, mas muito triste mesmo, pois esperava muito participar desse evento e mostrar um pouco da culinária brasileira na versão vegana para os japoneses, estrangeiros e brasileiros que foram ao evento, mas não tive a oportunidade e nem consideração pelo meu interesse em participar.
O mais triste é ver que nem para todo mundo o sentido da filosofia vegana é o mesmo, que dentro da filosofia além de abolirmos o máximo possível de produtos de origem animal, devemos ter respeito para com todos os seres, além dos animais não-humanos, com os animais humanos também, sem distinguirmos por nacionalidade, género, religião, etc.
De qualquer forma, todas as pessoas que ficaram sabendo do que aconteceu, me deram muito apoio e me falaram palavras de incentivo, dizendo para eu continuar o nosso trabalho e não desistir, e é por nós, por elas e pelos animais que não iremos desistir NUNCA!

Peço desculpas pelo textão, não podia fazer um post falando somente do festival sem falar o que aconteceu comigo, a pessoa que ajudou a divulgar e que foi ignorada sem nenhum motivo.

Obrigada pessoal por estarem acompanhando o meu blog, infelizmente não ando tendo muito empo para actualizar da forma que gostaria, mas na medida do possível virei aqui para ajudar a todos vocês! 😉

Go VEGAAAN! O/

Abraços veganos! :*

Translate »